sexta-feira, 26 de março de 2010

E como se muda o clima?

No post abaixo foi definido o clima, a cultura organizacional. É possível mudá-los. Claro. Lynda Gratton, insvestigadora da London Business School, já o testemunhou com empresas líderes de mercado. Ainda hoje, em tempos de crise económica, financeira, de valores, são líderes de mercado. HP, Glaxo Welcome ou Philips são exemplos de mudança de cultura.
Como o fizeram? Não são precisas páginas e páginas de detalhes, procedimentos, estratégias.
Começaram por cima, pelo topo, pela administração, pelos líderes. Queriam mudança, tiveram que mudar eles primeiro. Mudaram comportamentos, atitudes, comunicação. E mudaram tudo. Não foi de uma dia para o outro, em dois meses, num ano. Não. Foi gradual. Houve paciência, mas houve uma visão. Souberam esperar e foram íntegros.
«Mudar», bonita palavra tão utilizada hoje. Quem a apregoa falará de si mesmo/a. Ou será como habitualmente num «que mudem os outros a ver se muda para mim...» vindo da voz do subconsciente cego mas iludido.