sábado, 19 de junho de 2010

Quando o medo do fracasso entra em ciclo

No seu livro, Failing Forward (O Lado Positivo do Fracasso), John Maxwell descreve o que acontece quando alguém é incapaz de aultrapassar o medo do fracasso e fica preso no ciclo do medo.
Assim, «experiências anteriores levam a que a pessoa desenvolva o medo do fracasso, o que dá início ao ciclo. Por exemplo, uma determinada pessoa experimentou o fracasso ainda em criança, ao tentar vender doces e guloseimas de porta em porta para angariar dinheiro para a escola.» E a partir daí entrou no ciclo:

Medo - Inacção - Inexperiência - Incapacidade = Ciclo do medo

E Maxwell continua: «Mais tarde, já adulta, essa pessoa pode ser confrontada com uma situação que se assemelha à anterior, e o medo bate-lhe à porta. Seja essa pessoa um vendedor que precisa de visitar clientes, ou um pastor com a missão de visitar os congregados no seu lar, esse velho fracasso da infância poderá gerar medo. O medo da rejeição gera inacção. Uma vez que a pessoa não age, não ganha experiência nessa situação específica - o que representa a chave para aprender a ultrapassar obstáculos futuros. A falta de experiência gera incapacidade para lidar com situações semelhantes. Em última análise, isso irá alimentar e aumentar o medo. Quanto mais tempo o medo permanecer incontrolado, mais arduamente essa pessoa terá de trabalhar para quebrar o ciclo.»

Bom, e qual a receita para vencer esta incapacidade, esta inacção? Ainda de acordo com Maxwell, «sempre que se trate de ultrapassar o sofrimento emocional do fracasso, o facto de a sua história pessoal ser boa ou má não importa absolutamente nada. A única coisa que realmente importa é enfrentar o medo e seguir em frente. Faça isso e estará a dar a si próprio a oportunidade de aprender a avançar...»

Uma forma simples de compreender as nossas «impossibilidades»...