quarta-feira, 21 de julho de 2010

Ter controlo sobre si próprio

Estou a ler o extraordinário livro de Tony Robbins, «Poder Sem Limites». As lições são tantas e tão profundas que tocam bem no fundo de nós. As nossas representações mentais sobre a realidade e as nossas crenças limitam-nos profundamente. Impedindo-nos de libertar o nosso potencial criativo e inovador. Deixamos que o nosso talento fique prisioneiro. Tony ensina como tornar pequenas e insignificantes as crenças limitadoras e fazer explodir a nossa energia potencial. Tony escreve: «Pode viver a sua vida de uma de duas maneiras.

1 - Pode deixar o seu cérebro comandá-lo como no passado. Pode deixá-lo enviar-lhe qualquer imagem, som ou sentimento e responder de forma automática, como se fosse o cão de Pavlov a responder ao toque de uma campainha.

2 - Ou pode escolher dirigir de forma consciente o seu cérebro. (…)

Debatemos questões dentro de nós ou tentamos ganhar velhas discussões ou resolver questões antigas. Se isso lhe acontecer, baixe simplesmente o volume. Torne a voz dentro da sua cabeça mais suave, mais longínqua e mais fraca. (…)
As pessoas de sucesso sabem como aumentar o volume das coisas que as ajudam e como desligar o som das que o não fazem.

A física quântica diz-nos que as coisas não mudam lentamente ao longo do tempo – dão saltos quânticos. Saltamos de um nível de experiência para outro. Se não gosta da forma como se sente, mude o que você representa para si próprio. É tão simples como isso. (…)»

O falecido Jim Rohn alertava para o seguinte: «If you will change, everything will change». Mude o que está ao seu alcance. Se você mudar, tudo muda à sua volta. As suas escolhas, os seus relacionamentos, os comportamentos e atitudes, a sua vida. Rumo ao sucesso.