sexta-feira, 2 de março de 2012

O clima começa na nossa mente


O que é o clima organizacional? Um conjunto de climas, que começam dentro da sua mente e se alarga ao seu ambiente mais directo e finalmente ao todo...

1 - O diálogo Interno - Muito humano, dispomos de grande variedade de opções e escolhas, de pensamentos e de linguagem. Esta voz interior é como se tivéssemos uma agenda extra dentro de nós e que estabelece expectativas e nos tenta guiar por comandos e ordens como se fosse o nosso patrão.
Esta voz mina a nossa autonomia pela introdução da dúvida, do medo, dos julgamentos, do controlo exagerado, dos conflitos internos. E esta voz vinda do Self 1 assume-se quase como um pai, um professor, um patrão.

2 - O diálogo Exterior - A nossa envolvente mais directa, os nossos colegas, as pessoas que colaboram connosco. Se introduzimos dúvidas acerca de um colega, por exemplo, reforçamos a interferência do Self 1 e cria-se uma espécie de profecia em que toda a gente procura as deficiências uns dos outros. O contrário é reforçar o respeito mútuo, o encorajamento para aceitar riscos e a valorização das capacidades individuais e de grupo.

3 - O diálogo cultural - Muitas organizações apostam numa cultura de medo, outras estão mais assentes no poder e controlo (ambas culturas reptilianas), pela existência da punição. Nos ambientes baseados no medo ou na perspectiva punitiva, impera o desejo do parecer bem, mais do que alcançar os objectivos empresariais.
A cultura regula o tipo de comunicação implícita numa organização. Numa cultura de medo e de punição, de poder e controlo, as conversas entre colaboradores baseiam-se em «quem manda», as consequências, etc. E isto também regula a produtividade, a tendência para a mudança e a satisfação no local de trabalho.